quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

Isso é, o que provavelmente é, ser mãe.

Quando descobri disse: "No way!!! really? não... não...será??" como se não fosse possível que eu vivesse tamanha promessa de Deus. E provavelmente nem mereço mesmo, mas Deus e lá sua imensa graça e misericórdia... Na semana seguinte me desesperei. Todos os medos possíveis, muito drama. Muito choro, muita oração. Muito temor no coração. Biologicamente, emocionalmente, psicologicamente, espiritualmente. Tudo se resumiu a "desespero" e tudo relacionado ao fato de "Haver um ser humano na minha barriga!" Então escutei o coração e vi o grãozinho pela primeira vez, na minha barriga. A coisa começou a parecer real. Glória a Deus! Comecei a crer que estava vivendo um milagre muito maior do que eu. E assim continuei, todos os dias imaginando como está lá dentro. Se tá tudo bem... Se mexe? Come? Tá frio? Tá calor? Me escuta? E o mais legal, é que eu me perguntava essas coisas enquanto me respondia: "Antes de ser seu, o neném é de Deus e Ele cuida muito melhor do que você. Despreocupe-se." Isso não é ruim! Nãe é preocupação de dor ou falta de paz, mas, provavelmente, de muita curiosidade. Como pode existir um milagre TÃO grande assim? As semanas vão passando e os sintomas continuam e mudam. Não mais enjôos, ou dramas, mas dores nas costas e nervos e músculos da barriga esticando. A moral é que a gente conhece o nosso corpo como NUNCA antes. E aí, derepente mexe! WOOOOW!!! "FOI O NENÉM?" ................................................... SIM. O neném cresce e começamos a perceber que tem alguém se mexendo dentro da gente. E aí, uma idéinha de ser humano que me assustou tanto, mexe comigo biologicamente, emocionalmente, psicologicamente, e principalmente, espiritualmente. Louvado seja o Senhor por esse milagrinho crescendo em mim, me ensinando a entender a verdadeira grandeza do poder de Deus. É lindo, é curioso, é empolgante, é assustador...é promessa do Senhor. Promessa de Deus, é Deus, em seu tempo, e em sua sabedoria. Não há planejamento que mude, não há medo, ou riqueza que modifique as circunstâncias que trabalham para que o propósito de Deus se cumpra. Isso deve ser o que provavelmente é ser mãe. Entender de uma forma tão palpável, um dos propósitos de Deus da vida. Milagre de Neném - 17 semanas.