domingo, 16 de outubro de 2016

Sendo mãe, hoje...

Hoje, para mim, ser mãe é me sentir incompetente. Parece que todo o meu esforço não tem funcionado nada. Esse sentimento é ruim por que é generalizador. De repente quanto a tudo ao meu redor, tudo! Em todas as áreas da minha vida: me sinto uma incompetente, ou seja, uma mulher incompetente, não só "uma mãe". Há exatos dois anos e 4 meses eu via o maior milagre da minha vida sair de mim, hoje, eu sinto que não sei se estou cuidando, educando, abençoando esse milagre (meu filho), como eu deveria. Não sei se tenho sabido louvar o Senhor em todas as coisas por tudo que Ele me deu. Me sinto incapaz disso também. Li o blog "É difícil ser uma boa mãe quando a gente está cansada", e acredito que você deva ler também. Não é fácil e certamente não é a última vez que pensarei assim. Vejo pais de crianças tão mais velhas compartilharem do mesmo sentimento. Talvez estejamos só cansados. Talvez apenas devamos desacelerar nossas expectativas diária. A casa não precisa estar sempre organizada e cheirosa. Eu não preciso trabalhar aos fins de semana para "catch up" o trabalho da semana. Que acabem as roupas por que estão todas para lavar! Se sobrar um pijaminha já está de bom tamanho... Que acabe a comida! Palmas aos congelados e industrializados!!!! Que o chão fique sujo mais um dia e que os brinquedos permaneçam espalhados. Quando eu estiver velhinha, terei tempo suficiente para manter "tudo em ordem" e sentirei saudade da desordem e do cansaço. Afinal, SE a gente consegue descansar, é para termos energia de nos cansarmos novamente. Tenho experimentado diferentes receitas para lidar com o cansaço inevitavelmente constante. Orar e chorar é o que mais tem funcionado "...por que Ele tem cuidado de vós" 1 Pedro 5:7.

Um comentário:

Nidia disse...

Ele tem cuidado de você, Larinha!! Bjs